RSS

Arquivos mensais: Janeiro 2013

Uma Biblioteca atualizada

Uma Biblioteca atenta aos seus utilizadores tenta dar-lhes

conhecimento e atualidade.

Como fazê-lo economicamente?

Estar atento às boas coleções que a imprensa nos proporciona!

A leitura sob múltiplas formas, o conhecimento lúdico,  

as novidades todas as semanas

– eis uma forma de chegar aos utilizadores!

Para que todos sejamos, sempre e cada vez mais, leitores do MUNDO!

 

 

Anúncios
 

Etiquetas: , , , ,

As causas da Biblioteca em 2013

Em 2013, a Biblioteca divulga, celebra e adere às causas e campanhas internacionais.

AnoINternacionalCooperaçãoÁgua

 

E recorda à comunidade escolar que há um manancial de informação sobre água, alimentação, comportamento do consumidor e sustentabilidade na Biblioteca!

PensarComerPreservar

 

Etiquetas: , , , ,

Novos ‘residentes’ na Biblioteca

A  Biblioteca vai receber três novos residentes – lindos, calmos, de trato fácil, silenciosos e, ao contrário do que  Padre António Vieira lhes recomendaria, quanto mais perto dos humanos melhor!

Farão parte dos nossos dias na Biblioteca. A que propósito?

Esse foi o desafio lançado aos alunos da Sá da Bandeira através da nossa página facebook…

Beta

 

Etiquetas: , , ,

Biblioteca militante

A Biblioteca continua indignada e a apoiar os protestos  sobre o que considera um ecocídio: o abate dos choupos que formavam uma das últimas alamedas arbóreas da cidade de Santarém.  Algumas destas árvores tinham a idade do edifício da Escola Secundária de Sá da Bandeira, neste local – 70 anos. Viram passar gerações de alunos. Eram raízes que faziam parte das raízes de muitos de nós, que aqui estudámos e trabalhámos. Quantos de nós crescemos com estas árvores? Quem ditou que parte da nossa memória seja assim apagada? Quem levou os restos que já cá não estão? Quanto valia essa lenha? Em que projetos sociais e ambientais vai ser aplicado esse ganho? Ninguém diz nada! Apenas se ouviu um tímido e não comprovado pretexto fitossanitário. No local, os restos provam que uma árvore estava doente. As outras precisavam de poda e tratamento. Tratar? Não! Cremos que as palavras ‘podar’, ‘tratar’, foram substituídas pelo verbo ‘abater’. Ficam as perguntas: quem nos tirou raízes que fazem parte das nossas raízes, parte das nossas vidas? A que preço?

Deixamos imagens, recolhidas na internet – ‘conselhos’ a quem nos cortou pedaços, mas não nos cortará a voz nem a indignação! Podem querer roubar-nos a memória, retirar-nos as raízes, mas lembraremos o poeta Carlos de Oliveira, cantado por Manuel Freire ‘Não há machado que corte a raiz ao pensamento’!

Para todos os que tiveram medo da sombra das nossas árvores – que a leitura os faça crescer, florescer e dar fruto como árvores! Para que deem valor às raízes, à sombra, aos frutos; para que que o prazer de ver o mundo lá de cima, como árvore, não os amedronte…

 

Etiquetas: , , , , , , , , , ,

Questão de valores – ler Quino na Biblioteca

A ironia de Quino, o humor que nos leva refletir sobre o que queremos transmitir aos que são o FUTURO.

A obra de Quino, para ler, na Biblioteca da Sá da Bandeira!

 

Etiquetas: , , ,

Uma questão de cidadania

No caminho para a nossa Escola está a acontecer um ecocídio… A Biblioteca, como estrutura pedagógica também responsável pela formação cívica e de cidadania responsável dos nossos alunos, deixa o registo de uma atitude – para pensar sobre o futuro em Santarém…

Os passeios junto à Escola Secundária de Sá da Bandeira eram uma paisagem de árvores. Agora, deixará de haver árvores nos passeios fronteiros à Escola. Hoje, morreram vidas que conheciam a nossa Escola desde 1943… E ninguém se manifestou…

CidadaniaCrítica

 

Etiquetas: , , , , ,

Na Biblioteca – aprender com jogos de raciocínio

Aprender a jogar, jogar aprendendo.

Jogos tradicionais do Mundo – a tradição, o raciocínio, a Matemática:

aprendizagens divertidas e inteligentes,

na Biblioteca da Sá da Bandeira!

Dentro de um saco, um tabuleiro, as peças de jogo, o livro com a história e as instruções – para uma aula diferente, para ocupar o tempo com intelectualidade divertida. 

 

Etiquetas: , , ,