RSS

Arquivo da Categoria: História

“Padeira de Aljubarrota” na Biblioteca

Outubro, mês de leituras:

a Padeira de Aljubarrota vem apresentar-se à Biblioteca da Sá da Bandeira.

Maria João Lopo de Carvalho dará voz a Brites de Almeida.

30 de outubro, 17 horas, na Biblioteca-

uma apresentação e sessão de autógrafos, 

a propósito do romance que honra a mulher mais conhecida de Aljubarrota.

LopodeCarvalho

Anúncios
 

Etiquetas: , , ,

Abril e as memórias de águas mil na Biblioteca

Se a Biblioteca tivesse janelas, avistar-se-ia um espelho de águas na lezíria,

ver-se-ia o Tejo como  mar espraiado pelos campos.

O professor José Barrão criou-nos janelas para a memória das cheias no Ribatejo, um pedaço da história da convivência dos ribatejanos com as águas caudalosas do Tejo:

Cheias1 Cheias2 Cheias3TEJO! QUANDO NÃO LEVAS AS ÁGUAS…

 

Etiquetas: , , , ,

As coleções da Biblioteca

Todas as semanas, a Biblioteca tem a imprensa – Visão, Sábado, Sol, Expresso.

E a Biblioteca coleciona as boas oportunidades do cinema e da leitura!

Mais conhecimento, mais diversão, mais leitura – um mundo bonito, para descobrir,

na Biblioteca da Sá da Bandeira!

Clássicos

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Etiquetas: , , , , , , , , ,

Na Biblioteca – leituras de e sobre amores!

Em fundo de tradicionais lenços de namorados, a literatura romântica – grandes romances clássicos, novelas para grandes audiências, a leveza e a seriedade das leituras românticas.

Para todos os públicos, de todas as idades, para ver e requisitar, na Biblioteca!

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Etiquetas: , , , , ,

Tejo! Quando não levas as águas…

No âmbito da temática do 

XV Encontro de Jovens Cientistas de Escolas Associadas da UNESCO

– Água para a Vida –

a Biblioteca exibiu um filme sobre as cheias no Ribatejo.

Eis o trabalho formatado pelo Dr. José Braz Barrão,

para este Encontro da UNESCO:

Cheias

TEJO! QUANDO NÃO LEVAS AS ÁGUAS…

 

Etiquetas: , , ,

“Tejo que levas as águas” na Biblioteca

Tejo que levas as águas 
correndo de par em par 
lava a cidade de mágoas 
leva as mágoas para o mar…

O Tejo é um pedaço de nós, das nossas vidas, dos nossos dias.

Da Sá da Bandeira, olhamos e vemos o rio –

vagaroso e preguiçando na areia, quando o sol se demora a iluminar os dias;

corpulento e  conquistador da lezíria, se do céu cai a água que o aumenta.

Fandango, bailarico, pega, largada, assim o Tejo e Santarém se fundem na nossa  identidade.

Do alto de S. Bento, a Sá da Bandeira homenageia o Tejo –

na Biblioteca há um rio, a propósito do XV Encontro de Jovens Cientistas de Escolas Associadas da UNESCO:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Etiquetas: , , , , , ,

Novidades na Biblioteca

As novidades continuam a chegar à Biblioteca:

as últimas obras de Carlos Ruiz Zafón, J. K. Rowling e Sveva Casati Modignani,

visões diferentes da História de Portugal,

o pudor, as lágrimas, o beijo e o pão ao longo do tempo,

poesia e prosa em verso e reverso,

a imprensa – como sempre, todas as semanas!

Motivos novos para vir à Biblioteca da Sá da Bandeira!

 

 

Etiquetas: , , , , , , ,